segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Existe bolha imobiliária no Brasil?

   Um dos cenários mais esperados nos últimos anos na economia brasileira é a crise no setor imobiliário pela falta de confiança e crédito imobiliário aos tomadores em cadeia fazendo com que os preços caiam em grande escala, conhecido como o estouro da bolha imobiliária. Grande parte dos economistas e analistas de mercado já esperam isso a algum tempo, alguns amigos meus também já estão posicionados ou aguardam esse acontecimento como certo, contudo o que se observa é a grande expectativa da bolha imobiliária devido a grande variação positiva dos preços ao longo dos anos.

    Ao compararmos com os EUA temos algo semelhante relativa a variação do preço dos ativos tangíveis ( apartamentos residenciais e comerciais, escritórios, shoppings, empresariais etc..) e dos ativos intangíveis ( ações, letras de crédito e fundos), mas na contra-mão não há ainda algo tão generalizado quanto foi nos EUA relativo ao mercado imobiliário aqui no Brasil, só para termos noção o nível de absorção de risco do crédito nos EUA para o setor imobiliário passa dos 100% enquanto no Brasil estamos no patamar de 60% a 70%  a entrevista a seguir responde algumas questões sobre o assunto, veja o vídeo aqui.
   

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

[VÍDEO] Coisas que o mercado fala (Parte III)

Recentemente postamos as duas primeiras partes do vídeo, agora postamos a terceira (clique aqui).

Divirtam-se!


quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Perspectiva 2014


 Procurei em alguns sites algo falando sobre a retrospectiva do mercado em 2013 no Brasil  com foco na inversão da SELIC, modificação da metodologia de preço da gasolina pela Petrobrás, Leilões (petróleo, rodovias, ferrovias, aeroportos e títulos do governo - o programa de swap cambial 2013), Soja (nos tornamos o maior exportador e produtor de soja do mundo) porém menos de 1% dos produtores operam no mercado futuro para hedge, enquanto nos EUA 80% dos produtores estão no mercado futuro e "alanvacados até onde podem", inflação das comoditties da cesta básica (tomate principalmente), o setor de construção (bolha imobiliária esperada desde 2012 ) e a queda de uma das maiores especulações do mercado brasileiro: o final da OGX Participações do ex-presidente Eike Batista, bem como a decisão de ontem acompanhando o mercado o  FED manteve a taxa de juros inalterada entre 0,0% e 0,25% vai reduzir compras mensais de bônus em US$ 10 bilhões a partir de janeiro/14, US$ 40 bi em treasuries e US$ 35 bi em títulos lastreados por hipotecas.  

 Contudo não encontrei algo dessa magnitude, mas já vi muita coisa falando do cenário econômico para esse próximo ano, o que percebe a grande ansiedade e expectativa do mercado para 2014,  com a nova metodologia de peso e participação das ações da BM&FBOVESPA mais precisamente no IBOV. Acredito que vai ser um ano bem agitado, nesse sentido achei uma matéria interessante mostrando que o mercado (analistas em geral) já estão em 2014 com todo vapor. Segue a reportagem aqui.

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Jogar de futebol americano terá seu "capital" aberto

Deparei-me com uma novidade interessante alguns dias atrás. Compartilho com vocês. Imaginem se a moda pega? As pessoas serão negociadas em bolsa... Pode ser interessante!

A notícia completa poderá ser acessada no Infomoney.
Jogador de futebol americano vai virar ações na bolsa dos EUA; entenda - InfoMoney
Veja mais em: http://www.infomoney.com.br/mercados/acoes-e-indices/noticia/3031515/jogador-futebol-americano-vai-virar-acoes-bolsa-dos-eua-entenda

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Fundação Estudar

     A Fundação Estudar é uma instituição sem fins lucrativos com foco na formação de jovens com alto potencial com o objetivo transformar o perfil do jovem brasileiro. A instituição já tem 10 anos de estrada e me cadastrei na equipe esse ano(2013) após a seleção para consultor de investimentos do banco Itaú Unibanco, no ato da entrevista me perguntaram se não conhecia a Fundação Estudar por que a instituição é um celeiro comprovado de grandes potenciais.


       Nesse fim de ano a Fundação está dando palestras gratuitas ao vivo pela internet com grandes gestores a partir do dia 12/12, dando um pouco de suas experiências para aqueles jovens que almejam ter grandes potenciais em suas carreiras. 

Palestrantes:

Sofia Esteves - Empresária que recruta e desenvolve talentos para as maiores empresas da américa latina, a DMRH Companhia de Talentos.

Rodrigo Kede - Presidente da IBM Brasil

Luciano Coutinho - Presidente do BNDES

Pedro Moreira Salles - Presidente do Conselho do Itaú Unibanco

 Segue o link para as palestras que começam hoje e terminam na próxima segunda-feira 16/12 clicando  aqui.

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

A Óleo e Gás Participações encerrou seu primeiro dia com forte alta

A antiga OGX fechou seu primeiro dia de negociações com nova denominação a R$ 0,27. Nos últimos dias a empresa vem tendo fortes altas. Isso gerou um bom retorno no Folhainvest a alguns alunos meus de Finanças I. Bom para eles!

Maiores informações no Infomoney.

sábado, 7 de dezembro de 2013

R Veja a remuneração de 20 cargos na área de Finanças

Boa parte dos cargos é mais voltado para contabilidade. Porém alguns são abertos para diversas áreas como ciências atuariais, economia, administração etc.

Veja a lista dos cargos com seus respectivos salários no Infomoney.

Veja a remuneração de 20 cargos na área de Finanças - InfoMoney
Veja mais em: http://www.infomoney.com.br/carreira/salarios/noticia/3091704/veja-remuneracao-cargos-area-financas
Veja a remuneração de 20 cargos na área de Finanças - InfoMoney
Veja mais em: http://www.infomoney.com.br/carreira/salarios/noticia/3091704/veja-remuneracao-cargos-area-financas

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Forum Infomoney



 Esse forum serve de encontro para os diferentes operadores do mercado financeiro, desde o vendedor do produto físico até o especulador, os fóruns de mercado servem para que o indivíduo deixe seu fundamento (estudo) com base em suas pesquisas em um setor ou empresa, atualmente comento o comportamento do setor imobiliário no forum infomoney como investidor com o nickname "hallstreet"(a ideia do nome surgiu de um comentário de um amigo de sala), sou estreante lá, mas é uma oportunidade de ver a opinião de gestores do ramo, vendedores, operadores de mercado, trader's (fundamentalistas e grafistas) entre outros, eu chamo de "um pouco de feedback do mercado".

 Contudo há possibilidade de participar de fóruns específico, cada empresa e/ou cada setor tem seu forum basta escolher qual é o seu setor específico e compartilhar suas informações e/ou estratégias e ver o que os "foristas" acham, muito bom. Recomendado.


Para aqueles que se interessam é só clicar em Fóruns da infomoney

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Seminário 2013.2 - Analisando a tomada de decisão dos gestores de renda variável

Mais uma apresentação que os alunos fizeram no semestre de 2013.2. Essa é sobre a tomada de decisão dos gestores de renda variável.



Abaixo está o mesmo artigo, porém apresentado pela turma da tarde.

sábado, 30 de novembro de 2013

Entenda o comportamento do mercado com a alta da SELIC


      Na última quarta-feira (27/11/2013) o BACEN divulgou por decisão unânime o aumento de 0,5% da taxa SELIC como forma de conter a inflação conforme já esperado pelo mercado.

       Essa medida mexe de forma significativa com o comportamento do mercado visto que a previsão é uma última modificação na taxa básica para estabilização de preços podendo ficar em 10,25% a.a, para saber como o mercado vai reagir nos períodos posteriores vamos observar como deve se coportar o setor imobiliário frente a papeis de rendas fixa, ou seja, o que há de ganho nesses dois mercados:

Setor Imobiliário:

      Com a alta da SELIC e grande possibilidade da estabilização da taxa, o setor deve também estabilizar os preços, pois considerando a estabilização da SELIC teremos por seguinte uma desaceleração do IGPM o que favorece o setor, assim o fluxo de caixa para tomada investimento para o setor poderá tender uma figura mais posicionada dentro da curva.

Produtos de Renda FIXA - atrelados aos DI's

     Como sabe-se os certificados DI's tendem sempre a acompanhar a taxa básica de juros, essa medida favorece a rentabilidade de produto como os fundos atrelados ao DI se consideramos a estabilização da SELIC a partir de então teremos boas rentabilidades para estes produtos.

    O possível ganho para esses mercados vai de uma análise de fluxo de caixa entre o crescimento dos preços no setor imobiliário vis a vis a estabilização da taxa básica de juros com o retorno de aplicações dos produtos atrelados ao DI's para aquele que almeja adquirir um imóvel (comprador de um imóvel), para o construtor observar através desse mesmo fluxo o que esses produtos devem absorver da oferta de imóveis com a rentabilidade que trarão. Um exemplo seria uma compra de uma LCI - Letra de Crédito Imobiliário que rende uma porcentagem do CDI, onde o valor aplicado na  LCI financia o setor imobiliário e parte do ganho desse financiamento é devolvido em forma de rentabilidade para o aplicador do título como proporção do CDI. 

      Assim neste cenário ( estabilização da SELIC em torno de 10,25% a.a) teremos alta nos retornos destes produtos e a expectativas da estabilização do setor imobiliário, ou seja, os fluxos de caixas poderão ter saldo positivo e saudável.  

       
Para o cálculo em ambos o casos temos que observar o valor do imóvel em um dado período no tempo e trazer a valor presente e levar a valor futuro a sua aplicação no produto atrelado ao DI.

Imobiliárias Avaçam

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Filmes do mercado

        A Exame relacionou alguns dos principais filmes sobre os grandes momentos da bolsa de valores. Alguns já foram utilizados em disciplinas como material de aula, bem como poderão ser utilizados na disciplina de Finanças. A grande maioria dos filmes dessa playlist  mostram como as grandes gestoras de recursos operaram seus ativos frente as grandes crises e como lhe dar com a pressão de uma decisão. Acredito que em breve teremos um bom filme brasileiro sobre o mercado financeiro mostrando a história de um grande vendedor de sonhos, Eike Batista e o Grupo EBX, fica a dica.

Segue o link da Exame:

  

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

[VÍDEO] Coisas que o mercado fala

O vídeo é um pouco antigo, mas vale à pena assistir. Vocês acharão divertido e ainda aprenderão alguns termos técnicos. Parte deles nós já usamos em sala, a exemplo de "stop", "fundamento" etc.

A parte I pode ser vista aqui e a parte II aqui.


quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Excultivos do BNP Paribas na Paraíba



          Na última semana o banco francês BNP Paribas, um dos maiores do mundo e presente no Brasil desde 1998 deu o seu parecer quanto a perspectiva dos setores econômicos do Brasil para 2014, com um viés otimista o banco acredita em ser a hora de encontrar as boas oportunidades do mercado, apesar da situação macroeconômica.

         O objetivo do banco é investir nos setores de empresas que devem ter um bom nível de cash burn no próximo período, segue abaixo o link da notícia na integra. Há um mês executivos do BNP Paribas estiveram em João pessoa/PB no evento anual  de investidores em ações e outros títulos mobiliários do escritório de Agentes Autônomos de Investimentos - AAI SIR Investimentos AAI falando sobre as oportunidades dos setores da economia brasileira para 2014.

http://www.infomoney.com.br/onde-investir/acoes/noticia/3052205/hora-aproveitar-oportunidades-brasil-diz-bnp-paribas

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Não seja invisível para os recrutadores: use as redes sociais

"Uma pesquisa exclusiva realizada por VOCÊ S/A revela: quem não explora adequadamente as redes sociais e os sites de emprego torna-se invisível para os recrutadores."


Fonte: TV Boituva

Sei que muitos alunos gostam de usar as redes sociais apenas por diversão. Contudo, elas também podem ser utilizadas, e devem para trabalho. Eu comecei a usar o facebook exclusivamente para divulgar meus trabalhos, principalmente o Blog Contabilidade & Métodos Quantitativos. Hoje eu uso para as duas coisas. Recentemente, este ano, eu recebi um convite, pelo Linkedin, para escrever um livro. Uma pessoa de uma editora deve ter procurado por professores de contabilidade e acabou me achando por lá. Infelizmente, pelo doutorado, não pude aceitar o convite.

Leia mais no site da Exame sobre como utilizar as redes sociais em seu favor, na hora de obter um emprego.

Boa sorte!

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

"Buy and hold" como estratégia vencendora

      O termo "buy and hold" traduzindo da minha forma é "comprar e manter". É uma estratégia criada por Bejamin Graham em 1930, ou seja um ano após a quebra da bolsa de valores de Nova York. Este estudo tem como resultado que o investidor deve analisar e investir em ativos de valor "abaixo" do que "realmente" vale esperando a valorização do papel, estratégia praticada pelo megainvestidor Warren Buffet.

    Especialistas do mercado, grandes gestoras e pequenos investidores seguem ou tentam seguir esta metodologia pressuposta, contudo é preciso uma análise bem fundamentada em cada ativo para se tomar essa decisão. O fluxo de caixa vs cenário econômico (ex.: Inflação), visibilidade da empresa, potencial de crescimento, principais stakeholders são alguns dos fatores a serem observados. O que deve se atentar ao conceito é que não se pode investir em um papel e esquecer o papel, ou seja, por mais que seja um garantidor de rentabilidade positiva. O papel deve ter o seu mínimo de acompanhamento.

   Hoje no mercado existem empresas especialistas em ações com bom potencial de crescimento, pouco conhecidas pelos investidores. Esse foco é um nicho de mercado pouco trabalhado pelas grandes corretoras de valores, pois em geral, há pouca informação disponível relativas a essas empresas, contudo os "garimpeiros" de ativos de bom potencial tem como premissa básica a estratégia "buy and hold" e vão a fundo em cada empresa selecionada por critério diferenciado.

   A exemplo de empresa que foi um potencial de crescimento e estratégia "buy and hold" é a Mundial s.a, pouco popularizada, mas que estava em linha com seus fundamentos, contudo há 2 anos as ações da Munidal  vem demonstrando valor de mercado abaixo do preço de IPO.

Segue abaixo um link de indicações dos profissionais que vivem dessas análises como estratégia  vencendora: 

http://www.arenadopavini.com.br/artigos/acoes-na-arena/garimpeiros-do-mercado-indicam-10-acoes-fora-do-radar-que-farao-os-investidores-sorrirem

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Método de estudos de casos em Finanças

Como parte das minhas metas para esse semestre (já implantei o blog e segunda-feira começarei com aulas práticas no laboratório de informática) estou inserindo o método de estudos de casos em finanças, para tornar a disciplina cada vez mais prática - porém sempre junto com a teoria subjacente aos temas.

Em Finanças Aplicadas I eu já encaminhei um micro caso de estudo para a turma. Contudo gostaria de aplicar casos mais amplos e mais reais. Como ainda estou no doutorado e não tenho tanto tempo disponível para isso, dadas as minhas outras atividades, comecei a pesquisar na internet alguns livros sobre estudos de casos em finanças. Encontrei em inglês. Como os alunos geralmente têm dificuldade para ler em inglês, eu teria que traduzir os casos. Então me surgiu uma ideia brilhante: será não tem esse livro aqui no Brasil traduzido?!

O livro "Estudos de casos em Finanças: gestão para criação de valor corporativo" é editado pela Mc Graw-Hill e traz diversos estudos de caso para utilizarmos com os nossos alunos. Inclusive posso utilizá-lo desde Finanças I até Finanças III.

Sexta-feira farei o primeiro teste com ele em Finanças III. Já li alguns estudos de caso e realmente são bem interessantes e gerarão algumas discussões em sala de aula, com base no que vimos teoricamente sobre o assunto.

Indico o livro não só aos professores, mas também aos alunos e profissionais da área.

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Novo coautor no blog

Dando continuidade a um dos objetivos do blog, resolvi convidar um aluno da disciplina de Finanças I para escrever alguns textos.

Hallyson Alberto é bacharel em Economia, pela UFPB, e é aluno de Ciências Atuariais, também na UFPB, atualmente.

Resolvi convidá-lo pois sei que ele realmente gosta do tema, já tendo inclusive estagiado em uma corretora da cidade. Hallyson sempre me enviava notícias que julgava interessantes, relacionadas ao mercado de capitais, dando sempre a sua opinião. Por esse motivo resolvi fazer com que ele nos ajudasse aqui, fazendo algo que ele já fazia com uma certa frequência, porém por um outro meio e com mais pessoas lendo.

Seja bem vindo ao mundo dos blogs. Espero que goste!

Split é um dos resultados da reorganização societária da AMBEV




      Na maioria dos casos quando a empresa deseja obter mais liquidez em suas ações, faz o chamado split ou desdobramento fazendo com que o preço das ações baixem devido a maior quantidade do "papel" em circulação no mercado. A Ambev, pela segunda vez desde 2010, realizou na última segunda-feira - 11/11/2013 - essa operação como esse objetivo. Foi uma boa notícia para o mercado já que o preço da ação estava no patamar de R$88,00, o que retrai a liquidez do papel, assim foi cotado a R$17,00, proporção de 1:5 o que proporciona teoricamente na valorização a mercado no preço do ativo, contudo, como falado acima não é a primeira vez que a empresa opera dessa forma.

Em Dezembro de 2010 a empresa realizou um Split de ações onde o preço saiu de R$ 243,00 para em torno de R$49,00-R$50,00, fato que também provocou uma maior liquidez do papel, bem como a valorização acumulada ao longo do tempo. A expectativa é otimista vis-a-vis o período festivo do fim de ano. No primeiro dia de negociação pós split o papel terminou o dia com preço descontado ao viés de alta seguindo a tendência histórica da empresa. 

Acompanhe um pouco do histórico dos desdobramentos da AMBEV nesses 3 anos que agora tem uma nova fase da companhia.


terça-feira, 12 de novembro de 2013

Seminários nas turmas de Finanças I

Sexta-feira passada nós começamos os seminários que eu sempre faço com as minhas turmas. Esse seminário serve para estimular ainda mais a leitura de artigos científicos por parte dos alunos, de modo a ajudá-los na preparação do seu futuro TCC (e para a vida também, porque pesquisar faz parte da nossa vida).

Em Finanças I eu paro duas aulas de conteúdo específico da disciplina para que os alunos apresentem artigos apresentados nos congressos do ano em que a disciplina está sendo oferecida (Congresso USP, APNCONT e ENANPAD).

Em Finanças II eles apresentam artigos já publicados em revistas, para, então, em Finanças III desenvolverem seus próprios artigos, estimulando-os à pesquisa e à iniciação científica.

Um dos trabalhos apresentados sexta-feira foi sobre desaposentação, de autoria de Angelo Zanella, Luís Afonso e João Vinícius de Carvalho. O artigo foi apresentado, de forma bem didática, pelos alunos Marcelo Maia e Edileuza Gomes.

A apresentação está disponível no Slideshare.





segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Programa TOP da CVM [Atualização de Professores]

O Programa TOP da CVM já está com inscrições abertas:
O Programa TOP chega à sua 13ª edição e as inscrições para participar do curso já estão abertas. Professores de disciplinas (obrigatórias ou eletivas) relacionadas ao mercado de capitais e que sejam vinculados a instituições de ensino de nível superior (graduação ou pós-graduação) poderão atualizar seus conhecimentos relativos ao segmento através do alinhamento entre técnica e prática.
As inscrições poderão ser realizadas no site do Comitê de Educação da CVM.

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Valor do dinheiro no tempo (Caso 1)

Turma, conforme informado em sala de aula, hoje estou postando o Caso 1 - Valor do dinheiro no tempo para vocês resolverem. Ele é bem simples.

Façam no Excel mesmo, exceto o relatório que deverá ser entregue no Word. O relatório deve ter uma estrutura de um relatório profissional (sendo feito em dupla ou individual). Busquem no Google por exemplos de relatórios. Esse caso contará para a nota de participação e exercícios dos alunos.

As dúvidas deverão ser postadas aqui nos comentários do blog e serão solucionadas pelo monitor, sem dar a resposta diretamente (apenas dicas). Se ainda estivermos sem monitor até lá, elas serão solucionadas por mim.

As respostas no Excel e o relatório no Word deverão ser enviadas ao meu email até o início da nossa próxima aula.


Apresentação do blog

Bom dia a todos os nossos futuros leitores!



Sou Felipe Pontes, um dos autores do blog Contabilidade & Métodos Quantitativos. Atualmente sou Professor das disciplinas de Finanças Aplicadas (I, II e III) do curso de Ciências Atuariais da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Esse blog surgiu a partir da reflexão sobre formas de aproximar mais os alunos da prática, já que nas aulas não temos tanto tempo para isso. A partir daí eu submeti um Plano de Ação para um Projeto de Monitoria do Departamento de Finanças e Contabilidade, que foi posteriormente aprovado. Um dos pontos do Plano de Ação era criar formas de aproximar os alunos da prática e fazer com que eles se interessassem mais por essa interessante área: uma delas era a criação do blog.

Do que foi citado surge a importância do monitor da disciplina, que deve gerenciar o blog, sendo orientado por mim, postando notícias, artigos, estudos de caso, casos de estudo, exercícios etc.

Feita a seleção, o aluno do 6º período do curso (em 2013.2) Robertson Frederico (que teve a maior média em Finanças I, em 2012.2) foi selecionado. Foi ele quem criou o blog, no final de outubro de 2012.

Espero que o blog seja útil não só aos nossos alunos, mas também para alunos e profissionais de outras localidades. Em breve teremos conteúdo disponível.

Sugestões serão sempre bem vindas, desde que construtivas.

Esse post é o marco inicial do blog!