terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Boletim focus (o último do ano)



Há quatro semanas o IPCA atingia uma mediana agregada de aproximadamente 6,57%.  Na semana passada este mesmo índice atingia 6,62%, e atualmente segundo o último Boletim Focus divulgado, o IPCA declina em aproximadamente 0,03% e assim alcança a margem de 6,59%.  As Instituições Financeiras Top 5, como a Votorantim Asset Management (VAM), empresa de gestão de recursos de terceiros, a FUNCEF – Fundação dos Economiários Federais, um dos maiores fundos de pensão do Brasil e o Banco ABC Brasil, um banco com especialidade na concessão de crédito, estão “otimistas” e esperam um IPCA de aproximadamente 6,40% para o ano de 2015.
Dessa forma o PIB a um mês apresentava um percentual de 0,19%, após três semanas, a soma de todos os produtos e bens finais produzidos no país chegou a casa dos 0,13%, e assim o Produto Interno chega à sua última medida representativa para este ano de 2014, em cerca de 0,14%.




sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Feliz Natal

Retirado da página do Facebook do Professor César Tibúrcio.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Folhainvest - Resultado do 1º Turno

Como o Folhainvest zera as nossas posições na virada do ano, eu informei a vocês em sala que daria 2 prêmios de melhor desempenho por turma - um nesse ano e outro no final do semestre, no ano que vem.

Os vencedores foram os que estão listados abaixo:

Fabio Marsicano: 8,48% a.a. (turma da tarde)
Ricardo Oliveira: -0,91% (turma da noite)

Destaco ainda a participação dos alunos de outros semestres (Calvin e Marcelo), o monitor Alef e o colaborador do Blog e aluno Hallyson (ele já esteve entre os 10 melhores do Nordeste) que tiveram um ótimo desempenho (na primeira coluna temos o retorno de dezembro e na segunda o retorno do ano):


Boletim Focus


O IPCA apresentava uma mediana de 6,55% há quatro semanas, porém, nessa última semana o índice subiu e estabilizou em 6,62. A expectativa das Instituições Top5 para 2014 está em 6,35, já para 2015, o percentual aumenta para 6,40 realizando uma expectativa a partir da data de hoje. Enquanto isso, o crescimento no PIB (Produto Interno Bruto), torna-se cada vez menor. Há quatro semanas o PIB estava crescendo a 0,20%, há uma semana a expectativa caiu para 0,16%, e no último Boletim Focus divulgado, a expansão do PIB para hoje é de 0,13%. Em relação a 2015, a projeção de 0,8% e diminuiu para 0,55% na expectativa de hoje. Assim, verifica-se uma queda de 0,25% quando comparado à última projeção.

Relatório em Gerin.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Emails

Nos últimos dias recebi emails de alguns alunos sobre ajuste de notas, porém ainda não respondi. Farei isso em breve. Não se preocupem!

Aproveito para desejar um ótimo final de ano a todos e espero que tenham ótimas férias. Descansem muito, pois 2015 virá com tudo!

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Boletim Focus


Há exatamente um mês, o IPCA, era de 6,44%. Na semana passada o mesmo índice estava na casa dos 6,63%. Atualmente possuímos um IPCA de 6,62%. Enquanto isso, o crescimento do PIB, há quatro semanas era de 0,21% há uma semana estava em torno de 0,18% e atualmente o Produto Interno está na casa dos 0,16%.

Assim nota-se uma alta taxa de inflação e uma pequena taxa de crescimento, no entanto o Economista Delfim Neto afirma que o Brasil nunca atingiu uma taxa de inflação “civilizada” em torno de 2% ou 3%, e nunca se reatingiu também um dinamismo econômico em torno de 5%.

Delfim afirma ainda que a taxa média de inflação do país do ano de 1995 à 2012 foi de aproximadamente 7,4%, e que a média para o PIB per capta para os mesmos anos se aproximou apenas de 1,8%.

Dessa forma, pode-se dizer que o problema da alta taxa de inflação e de um baixo crescimento, são problemas que assolam nossa economia há bastante tempo. E que embora ainda não tenhamos uma inflação de 1000% ao ano, como nas décadas de 80 e 90, temos uma taxa de crescimento beirando a casa do 0%.

Acompanhe o relatório completo aqui e leia mais sobre o comentário de Delfim Neto aqui.

domingo, 14 de dezembro de 2014

Previdência complementar aberta: PGBL e VGBL

Quando se pensa em aposentadoria, logo surge a dúvida sobre qual tipo de plano se adequa melhor ao perfil do segurado. Dessa forma nas entidades de previdência complementar aberta, cada plano possui suas próprias peculiaridades e estes planos realizam o pagamento do benefíco no momento em que segurado atinge a idade estabelecidada no contrato, ou seja, diferente de outros tipos de seguros, onde o segurado ou seus beneficiários recebem uma indenização caso ocorra algum sinistro, estes planos previdenciários irão pagar o benefício do participante no momento em que ele atingir a idade estabelecida no contrato, se assemelhando bastante ao seguro sobrevivência.

Dessa forma, existem na previdência complementar aberta dois tipos de planos de benefícios o PGBL (Plano Gerador de Benefícios Livre) e o VGBL (Vida Gerador de Benefícios Livre) - existem outros planos, no entanto estes são os mais conhecidos. O PGBL é um pouco arriscado, pois não existe garantia de rentabilidade e além do mais esta rentabilidade pode até chegar a ser negativa, no entanto se houver rentabilidade positiva esta é repassada de forma integral para o segurado. O capital aplicado no PGBL fica sendo administrado por um fundo de investimento especializado na gestão de recursos de terceiros. O PGBL é mais adequado para as pessoas que fazem a declaração do IR pelo formulário completo, pois as pessoas que participam deste tipo de plano previdenciário podem deduzir até 12% da renda bruta total anual.

Já o VGBL (Vida Gerador de Benefícios Livre) é um seguro de vida com cobertura por sobrevivência, este plano se adequa melhor ao seguro de pessoas (seguro de vida), neste plano a contribuição é definida, o segurado repassa um determinado valor periodicamente ao plano de benefícios até o momento de sua aposentadoria, dessa forma o montante a receber após o período de contribuição pode ser recebido de uma única vez ou de forma fracionada. O VGBL se enquadra melhor no perfil de pessoas que não possuem renda tributável, pois o mesmo não pode ser deduzido do imposto de Renda como o PGBL.


Fonte: http://invertia.terra.com.br/previdencia/interna/0,,OI147058-EI1807,00.html

http://www.tudosobreseguros.org.br/sws/portal/pagina.php?l=191

http://invertia.terra.com.br/previdencia/interna/0,,OI147056-EI1807,00.html
















sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Títulos do Tesouro Direto mudarão de nome

Com o objetivo de facilitar a compreensão dos investidores, a Secretaria do Tesouro Nacional (STN) decidiu que vai mudar a logomarca e o nome dos títulos públicos negociados no Tesouro Direto. Essas mudanças entrarão em vigor a partir de 1 de fevereiro de 2015.

As mudanças são:

LTN (Letras Financeiras do Tesouro) -> Tesouro Prefixado 20xx (depois do nome coloca-se o ano de vencimento do título);

NTN-F(Nota do Tesouro Nacional série F) - > Tesouro Prefixado com juros semestrais 2025;

NTN-B(Nota do Tesouro Nacional série B) - > Tesouro IPCA + com juros semestrais 20xx;

NTN(Nota do Tesouro Nacional Principal) - > Tesouro IPCA + 20XX.

Acessar a fonte do trabalho em Mudanças no Tesouro Direto.



segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

[VÍDEO] Otimização de carteiras no Excel

Segue um vídeo produzido pelo monitor Alef Soares sobre otimização de carteiras no Excel usando o Solver.

Peço que os alunos de Finanças I assistam para aplicarmos na aula do Laboratório, amanhã.

O vídeo está sendo processado pelo YouTube. Assim que eles acabarem de processar, estará disponível clicando aqui.

Boletim Focus

O IPCA apresentava uma mediana de 6,42% há quatro semanas, porém, nessa última semana o índice subiu pra 6,57, aumentando para uma expectativa de hoje para 6,63, ultrapassando o teto estabelecido pelo governo, para o IPCA de 6,5%. A expectativa das Instituições Top5 para 2014 está em 6,42, já para 2015, o percentual aumenta para 6,75 realizando uma expectativa a partir da data de hoje. Enquanto isso, o crescimento no PIB (Produto Interno Bruto), torna-se cada vez menor. Há quatro semanas o PIB estava crescendo a 0,20%, há uma semana a expectativa caiu para 0,19%, e no último Boletim Focus divulgado, a expansão do PIB para hoje é de 0,18%. Em relação a 2015, a projeção de 0,8% diminuiu para 0,73%.

Relatório na íntegra em Gerin

sábado, 6 de dezembro de 2014

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

As 17 equações que mudaram o curso da história

Em 2013, o Cientista e Matemático Ian Stewart publicou um livro com 17 equações que mudaram o mundo. Segue um resumo das equações:


1 -O Teorema de Pitágoras: O Teorema de Pitágoras é fundamental para a compreensão da geometria. Ele descreve a relação entre os lados de um triângulo retângulo sobre uma superfície plana.
2 -Logaritmo: Os logaritmos são a inversa, ou oposta, das funções exponenciais. Até o desenvolvimento do computador digital, esta foi a forma mais comum de se multiplicar rapidamente juntos grandes números, acelerando muito cálculos de física, astronomia e engenharia.
3 - Cálculo: O cálculo(derivada e integral) , são as medidas na qual uma taxa está para mudar.
4 - Lei da Gravidade: A lei da gravitação de Newton descreve a força da gravidade entre dois objetos. Ela explica exatamente o a maneira como os planetas se movem, não apenas para a terra, mas para o universo.
5 - A Raiz Quadrada de -1, ou números complexos: A raiz quadrada de -1, i geralmente escrito, dá origem aos números complexos, sendo matematicamente, muito elegantes. As propriedades desenvolvida pelos números complexos, são essenciais em eletrônica e processamento de sinais.
6 - Fórmula do Poliedro de Euler: Poliedros são as versões tridimensionais de polígonos, como o cubo para a direita. A observação de Euler foi um dos primeiros exemplos do que hoje é chamado de um invariante topológico, propriedade compartilhada por uma classe de formas que são semelhantes entre si, ramo da matemática essencial para a física moderna.
7 - Distribuição Normal: Descreve o comportamento de grandes grupos de processos independentes. A curva normal é usada em física, biologia e as ciências sociais para modelar várias propriedades.
8 - Equação de onda: A equação de onda descreve o comportamento das ondas, a exemplo, de uma corda de violão vibrando, ondulações em uma lagoa depois de uma pedra é lançada, ou a luz proveniente de uma lâmpada incandescente. A equação de ondas, abriu as portas para outras equações diferenciais.
9 - A Transformação de Fourier:   A transformação de Fourier é o coração do processamento de sinal moderno e análise e compressão de dados. Ela é essencial para entender as estruturas de ondas mais complexas, como a fala humana.
10 - Navier-Stokes: As equações de Navier-Stokes, permitem descrever o comportamento dos fluidos que fluem, a exemplo da água em movimento através de um tubo, o fluxo de ar sobre a asa de um avião, ou a fumaça subindo de um cigarro.
11 - As equações de Maxwell: São a base da nossa explicação de como funciona o eletromagnetismo no dia a dia.
12 - Segunda Lei da Termodinâmica:  Isto indica que, em um sistema fechado, a entropia é sempre constante ou crescente,ou seja, uma medida de como o sistema é desordenado. Tomando como exemplo um cubo de gelo, dentro de um copo de café, a segunda lei explica o porquê do cubo derreter, e não o copo de café quente congelar.
13 - Relatividade: Einstein alterou radicalmente o curso da física com suas teorias da relatividade especial e geral. Os clássicos estados da equação E = mc2, que matéria e energia são equivalentes entre si. A relatividade especial, trouxe idéias como a velocidade da luz possa ser um limite de velocidade universal, e da passagem do tempo que é diferente para pessoas que se deslocam a velocidades diferentes. A relatividade geral é essencial para a nossa compreensão da origem, estrutura e destino final do Universo.


14 - A equação de Schrödinger: Esta é a principal equação em mecânica quântica. Como a relatividade geral explica nosso universo nas suas maiores escalas, esta equação governa o comportamento dos átomos e das partículas subatômicas. A mecânica quântica é necessário para a tecnologia mais moderna, como: a energia nuclear, computadores baseados em semicondutores e lasers são todos construídos em torno de fenômenos quânticos.
15 - Teoria da Informação: A equação dado aqui é para obter informações Shannon entropia, que medem o conteúdo da informação de uma mensagem, um livro, uma imagem JPEG enviada na internet, ou qualquer coisa que possa ser representada simbolicamente. A entropia de Shannon de uma mensagem, representa um limite inferior de quanto essa mensagem pode ser comprimido sem perder parte de seu conteúdo, os seus resultados são fundamentais para a forma como nos comunicamos através de redes de hoje.
16- Teoria do Caos: Esta equação é o mapa logístico de maio. Ele descreve um processo de evolução ao longo do tempo. Imagine se começarmos em algum valor inicial particular de x, o processo vai evoluir de uma maneira, mas se começarmos a outro valor inicial, muito perto do primeiro valor, o processo vai evoluir de forma completamente diferente.
17 - Equação de Black-Scholes: Esta outra equação diferencial, descreve como especialistas em finanças e comerciantes encontram preços para derivativos. A equação permite aos profissionais da área financeira, calcular o valor destes produtos financeiros, com base nas propriedades do derivado e do ativo subjacente.


Acessar o trabalho original As Equações que mudaram a história

Vídeo explicando o IVSOnline

Vídeo bem informativo para quem tem interesse em valuation.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

VII Workshop da Sala de Ações da UFPB

Prezados alunos de Finanças I (tarde), minha orientanda Luísa (que participa da Sala de Ações) me pediu para divulgar esse evento com vocês.

No lugar da nossa aula de sexta-feira, todos nós devemos nos inscrever (inclusive eu) no Workshop. Vocês deverão me entregar um relatório feito a mão, por email, na sexta-feira à noite.

As inscrições poderão ser realizadas aqui. Eu já fiz a minha!


Notas da 2ª Unidade - Finanças III

Vocês podem ter acesso às notas por meio do Mediafire.

Notas da 2ª Unidade - Finanças I

Seguem as notas relacionadas à 2ª unidade que foi finalizada ontem.

Alguns alunos estão muito bem com as notas, outros nem tanto.

Aos que estão com boas notas, espero que continuem motivados a tirar boas notas, pois vocês aumentarão seu CRE e ainda concorrerão ao prêmio de melhor aluno da turma (ganhando um livro).

Os que não estão com boas notas, não baixem a cabeça. Basta estudar! E não deixem para estudar perto da prova. O estudo tem que ser constante.

Algumas dicas de estudo:  técnica pomodoro e uma forma eficiente de estudar.

Boletim Focus


Há exatamente uma semana o IPCA era de 5,55% e atualmente está em 6,57%. As IFs top 5 esperam um IPCA de aproximadamente 6,40% para o ano de 2015. Enquanto isso, expectativa do crescimento do PIB se torna cada vez menor. Há uma semana a taxa de crescimento era de 0,20%, estando atualmente em 0,19%.







Acompanhe o relatório aqui



segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Pré-escola ou graduação?

Um dos meus objetivos como professor é conseguir fazer com que as minhas aulas, em um futuro próximo, sejam na sua maior parte, práticas.

Hoje li algo que me deu mais ideias sobre isso:





Será que um dia alcançaremos esse nível de desenvolvimento, considerando as características do brasileiro (jeitinho brasileiro, especificamente), burocracia do serviço público etc?

Não sei, mas estou tentando...



sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Curso de introdução ao R na UFPB

Os alunos que tiverem interesse de participar do curso devem entrar em contato com o Professor Wenner (Coordenador do Curso de Contabilidade), por email wdlucena@yahoo.com.br - a data ainda não está fechada, eles estão aguardando os interessados entrarem em contato para fechar a melhor data.


Descrição: A oficina de introdução ao software estatístico R, tem o propósito de introduzir os estudantes a utilização de um software robusto e gratuito, fornecendo informações básicas inerentes a sua instalação, importação dos dados e aos procedimentos de análise. A desmistificação do programa também é um de nossos objetivos, mostrando que o programa não é tão difícil quanto se pensa.

Duração: 3 horas



Programação                                               
1. Instalação do R                                         
2. Familiarização com o ambiente do programa       
3. Execução de comandos básicos                           
4. Instalação de pacotes                                                  
5. Salvando o seu trabalho no R
6. Importação de dados
7. Análises básicas (frequência, estatística descritiva)
8. Correlação (r de Pearson)
9. Utilização do pacote Rcmdr
  P.s.: o "pagamento" pelo curso será a participação em um experimento com pesquisadores de Psicologia.

P.s.2: os meus alunos que participarem, terão adicionalmente 0,5 ponto na segunda ou terceira prova (dependendo da data de realização do curso).



Referências:
R Development Core Team. (2011). R: A language and environment for statistical computing. Vienna, Austria: R Foundation for Statistical Computing.
Fox, J., & Bouchet-Valat, M. (2014). Package ‘Rcmdr’. Retrieved from http://cran.r-project.org/web/packages/Rcmdr/Rcmdr.pdf

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Resposta das questões elaboradas pelo monitor Alef Soares


















2)
a) 12%
b) 11,54%
3)            
a) - 4025,00
b)  - 1525,00

c)  - 9,18% 

Acesso ao email

Pessoal, evitem enviar email para mim. Estou há alguns dias sem acesso ao email da UFPB. Não sei o que houve. Entrei em contato com outros Professores e eles estão com o mesmo problema.

Mais questões de revisão para a prova

Essas foram preparadas pelo monitor Alef Soares:




1) Mostre com exemplos práticos, pelo menos 5 críticas ao modelo de Markowitz.



2) O título X tem retorno esperado igual a 10% seu retorno tem desvio-padrão igual a 7%. O título Y tem retorno esperado igual a 15% e desvio padrão de 23%.

a) Qual o retorno esperado de uma carteira composta por 60% do título X e 40% do título Y?

b) Sendo o coeficiente de correlação entre os retornos X e Y 0,4, qual é o desvio padrão do retorno da carteira?


3) No ano passado você comprou 250 ações da BRFS3 a R$ 66,40 a unidade. E recebeu dividendos no total de R$ 2.500,00 durante o ano. Atualmente a ação está cotada a R$ 50,30.

a) Qual foi seu ganho de capital (se houve)?

b) Qual foi o seu retorno absoluto total?

c) Qual foi o seu retorno percentual?